UM PAÍS QUE NÃO EXISTE MAIS

sábado, 15 de outubro de 2011

Livro reúne capas de jornais da Ditadura Militar

  por Dayanne Sousa

Livro reúne as capas de jornais que lutavam contra a censura dos tempos da Ditadura Militar e no Brasil. As capas dessa história, que será lançado no dia 25 de outubro, reúne imagens de uma série de jornais alternativos e publicações feitas por brasileiros no exílio durante o período de 1964 a 1985.
O trabalho é parte do projeto Resistir é Preciso..., do Instituto Vladmir Herzog, coordenado pelo jornalista Ricardo Carvalho. O material é fruto de uma pesquisa de quase dois anos e que gerou também uma série de entrevistas divulgadas em vídeo pelo Instituto em julho.
Nas mais de 180 páginas do livro, capas de publicações que fizeram história como O Pasquim e PifPaf. A maior parte dos títulos, porém, é pouco conhecida. Entre boletins sindicalistas, há imagens da Tribuna Metalúrgica: o jornal do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema traz na capa o nome de seu diretor Luis Inácio da Silva, o ex-presidente brasileiro que - nos idos de 1978 - ainda não assinava "Lula".
O livro ainda destaca os jornais que eram feitos na clandestinidade, como A Classe Operária, editado pelo PCB. O jornal nascido durante os anos de Getúlio Vargas passou a ser reeditado em 1964, na ilegalidade. Outro destaque são as publicações feitas no exílio. No Chile, Itália e países da Escandinávia, os brasileiros procuravam se manter informados sobre a situação em casa e mantinham-se organizados.


Extraído do site http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI5413059-EI6581,00.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário